LabeEstudante no Mercado de Trabalho: Cesar Huber

Os LabeEstudantes não param de entrar no mercado e estamos muito contentes em compartilhar isso!

Conheça o Cesar Huber, aluno da turma Carver, que recentemente foi contratado para atuar na área de desenvolvimento e nos contou um pouco sobre a sua trajetória na Labenu, experiência em processo seletivo, carreira e empregabilidade. Confira:

1. Como está sendo a sua trajetória na Labenu?

"Eu conheci a Labenu através de uma amiga que não era da área e curtiu muito o processo. Como ela se desenvolveu super bem, fiquei muito motivado a seguir seus passos. Chegando na Labenu, não poderia me sentir mais acolhido e apoiado por todos os funcionários, professores, monitores e colegas de turma. É nítido todo o empenho de todos para fazer desta experiência o mais agradável possível, visto que para muitos é um desafio bem grande. Desde os feedbacks diários, que percebemos serem analisados e levados adiante, até o acompanhamento de perto nos momentos mais complicados do curso. Enfim, foi uma experiência ótima e recomendo para todos que desejam entrar no mundo da programação."

2. Como foi a sua experiência no processo seletivo da empresa atual?

"Eu fui indicado para a vaga pela Bianca da Labenu, então não teve uma entrevista com Tech Recruiter, como normalmente tem. Inicialmente, fui indicado para a posição de Desenvolvedor Front-end Júnior, no entanto, durante a primeira entrevista (com o CTO e o PM), comentei que me identificava mais com o Back-end e então me direcionaram para uma nova entrevista com o Tech Lead de Back-end. Após essa segunda entrevista, o Tech Lead me passou um desafio. Após a entrega do desafio, ainda na mesma semana o CTO entrou em contato comigo para me fazer uma proposta. Na semana seguinte já estava iniciando minha carreira na área de tecnologia."

3. Qual o seu cargo e principais atividades?

"Eu atuo como Desenvolvedor Back-end Júnior na Netpark/Hubees. Minhas principais atividades são a implementação de aplicações através de escrita de código e utilização de lógica de programação. Trabalhamos no modelo SOLID da programação orientada à objetos, com microsserviços, o que significa que fazemos o possível para ter aplicações independentes com funcionalidades específicas. Após a implementação lógica, fazemos também a parte de testes unitários e somos responsáveis pela documentação da aplicação, tanto no README da mesma quanto em uma página wiki para que possa ser consultada por outros desenvolvedores."

4. E por fim, como o time de empregabilidade contribuiu para esse momento?

"Acredito que as aulas que tivemos para nos conhecermos melhor, sabermos falar mais sobre nós mesmos, sabermos como nos comunicar melhor numa entrevista, foram essenciais para que eu me sentisse mais à vontade, apesar de todas as inseguranças que uma transição de carreira na minha idade (34 anos) pode carregar. A parte de elaborar um currículo e ajustar o perfil do Linkedin que a Sabrina nos ajudou, sem dúvida teve um peso considerável nisso também. Mas além disso tudo, sinto que a equipe de empregabilidade fica de olho no nosso perfil, em como estamos nos desenvolvendo, no que temos mais facilidade e aptidão, e tentam com isso, nos indicar para vagas que dêem match com a gente. Pelo menos foi o que senti no meu caso. A vaga caiu como uma luva pra mim.

Sou muito grato a todos na Labenu por me ajudarem a chegar até aqui."

Que tal transformar a sua vida assim como a do Cesar? Aprenda a programar com a Labenu! No nosso curso Web Full Stack, você:

➡️ Estuda de onde quiser, já que as aulas são 100% online e ao vivo, com interação em tempo real
➡️ Aprende na prática, desenvolvendo projetos reais!
➡️ Tem suporte individual e personalizado com um time incrível
➡️ Pode aprender em até 6 meses, na turma integral ou em 1 ano, na turma noturna.

Importante! 🚨

Inscrições para a Turma Integral (6 meses). Aulas de segunda a sexta das 8h às 17h.

Inscrições para a Turma Noturna (1 ano). Aulas de segunda a sexta das 18h às 22h.